Resumo e Perspectivas do Conselho de Cultura e História

Na tarde do dia 18 de Novembro, o Conselho de Cultura e História da Fundação Macau realizou a Reunião Anual de Trabalho de 2019 para fazer um resumo do trabalho realizado no ano corrente e discutir o plano de trabalho para o próximo ano.

No corrente ano, o Conselho deu prioridade ao incremento da divulgação através da ida ao encontro das pessoas nas comunidades, aproveitando plenamente a imagem amigável das cinco mascotes de promoção histórica e cultural denominadas como “Fantasminhas Huaxia”. Foram realizados três “Carnavais de Compatriotismo dos Fantasminhas Huaxia” com três temas diferentes. Estas mascotes marcaram presença em muitas actividades culturais da Fundação Macau e de outros grupos, interagindo activamente com o público e promovendo a história e cultura.

O Conselho organizou no ano corrente a primeira edição da Competição de Conhecimentos de História de Alunos do Ensino Secundário de Macau, a qual contou com a participação de cerca de 600 alunos do ensino secundário. Foram continuamente lançados projectos como o projecto de “Formação de Embaixadores da Cultura e História”, as “Visitas de Estudo de História e Cultura de Macau”, o “Plano de Apoio Financeiro a Actividades Escolares da Série História e Cultura”, etc., para formar talentos sobre história e cultura e aumentar o interesse dos alunos pela cultura histórica. Ao mesmo tempo, foram incorporadas actividades de investigação em comunidades históricas e culturais a fim de alargar ainda mais os aspectos abrangidos pela promoção da história e cultura na RAEM.

Para comemorar o 70.º aniversário da implementação da República Popular da China e o 20.º aniversário da do Retorno da Região Administrativa Especial de Macau, este Conselho lançou neste ano os três primeiros volumes do “Livro de Gravuras de Patriotismo dos Fantasminhas Huaxia”, onde divulgou a história e a cultura chinesas para crianças pequenas que foram abraçados pelas escolas. O Conselho também subsidiou a TDM na produção do programa “Falar sobre Poemas da Dinastia Tang”. Com base no consenso alcançado na Conferência de Coordenação sobre a Construção de Disciplinas sobre Estudos de Macau, realizou-se a “6.ª Conferência Internacional sobre Macaulogia” (The 6th International Conference on Macaology) sob a forma de seminário temático.

À margem da Reunião, os membros apresentaram, propostas e concentraram-se nos trabalhos de divulgação e promoção. O Conselho acredita que se deve fortalecer o ensino da história anterior à implementação da República Popular da China e antes do retorno de Macau, para que a nova geração possa entender melhor as relações de envolvimento entre Macau e a pátria. Além disso, considerou necessário o reforço da cooperação com as instituições e grupos de Macau, a fim de concretizar a partilha de recursos e promoção conjunta da história e da cultura. Em termos de formação de talentos, foi recomendado conceder oportunidades aos embaixadores da cultura e aos premiados na competição de conhecimentos históricos para partilharem experiências, permitindo que alunos com grande potencial possam participar em mais actividades sobre história e cultura de Macau oferecendo-lhes oportunidades para realizarem investigação e a outros grupos, em conjunto, levando a que se tornem referências para os embaixadores que promovem a história e cultura.

O Conselho continuará a organizar actividades populares como a “Competição sobre Conhecimentos de História para Alunos do Ensino Secundário de Macau”, o “Carnaval Comunitário de Entrada nas Escolas”, o “Projecto de Formação de Embaixadores de Cultura e História” e as “Visitas de Estudo de História e Cultura de Macau”. A segunda série do “Livro de Gravuras de Patriotismo dos Fantasminhas Huaxia” continuará a ser publicada e será produzida uma versão animada da primeira série.

O Presidente do Conselho de Administração da Fundação Macau e Presidente do Conselho de Cultura e História Wu Zhiliang agradeceu a todos os membros pelo apoio e participação nos trabalhos do Conselho durante o ano de 2019 e desejou que todos possam continuar a apresentar mais sugestões no futuro, para que o trabalho de divulgação e pesquisa da história e cultura possam continuar a ser realizados com mais eficácia.

Os conselheiros presentes incluem os seguintes membros: Zhong Yi Seabra de Mascarenhas, Chow Pak Fai, Mok Chi Wai, Chao Weng Hou, Lei Lei Na. Os representantes incluem Sam Io Cheong, Fang HaiJin, Cheang Neng Ian, entre outros.

Lançados os primeiros livros de pintura sobre os génios Huaxia